URLs Canônicas: Por que o Google pode ignorar suas diretrizes

URL Canônica

URL canônicas, também conhecidas como tags canônicas, são um componente vital do SEO técnico, essenciais para gerenciar conteúdo duplicado no seu site.

O atributo rel=canonical sinaliza para os motores de busca qual é a versão preferencial de uma página, direcionando-os para a URL original ou canônica.

Isso ajuda a consolidar o valor dos links, evita a diluição desnecessária do pagerank e previne penalizações associadas ao conteúdo duplicado.

Contudo, há momentos em que o Google pode optar por uma URL canônica diferente da que você especificou.

Se você enfrenta problemas com URLs canônicas sendo ignoradas pelo Google, este artigo é para você.

Aqui, exploramos as razões pelas quais isso acontece, suas implicações no SEO e como evitar que ocorra, garantindo assim a integridade do posicionamento do seu domínio.

Índice de Conteúdos
  1. Entendendo a importância das URLs Canônicas no SEO
  2. Principais motivos pelos quais o Google ignora Tags Canônicas
    1. 1. Implementação incorreta
    2. 2. Diferenças significativas entre as páginas
    3. 3. Sinais contraditórios
    4. 4. Similaridade excessiva entre as páginas do site
    5. 5. Uso da Tag Noindex
  3. Melhores práticas para implementação de Tags Canônicas
  4. Auditoria de URLs Canônicas
  5. Conclusão

Entendendo a importância das URLs Canônicas no SEO

Uma tag canônica é um elemento HTML que define a versão "canônica" ou "preferencial" de uma página web. Essa indicação ajuda os motores de busca a entender que, apesar de existirem páginas semelhantes ou duplicadas, elas devem ser tratadas como uma única página para fins de indexação e classificação.

O uso correto de URLs canônicas é crucial para o SEO porque ajuda a consolidar o valor de diferentes URLs e a evitar penalizações por conteúdo duplicado.

Sem essa definição, as páginas com conteúdo duplicado ou muito similar podem confundir os motores de busca, dispersando suas classificações por várias páginas que competem pelas mesmas palavras-chave.

Implementar corretamente as URLs canônicas garante que toda a força se concentre na sua URL preferida.

Principais motivos pelos quais o Google ignora Tags Canônicas

1. Implementação incorreta

A razão mais comum para o Google ignorar uma tag canônica é a sua implementação inadequada. A tag deve estar presente no código HTML renderizado, definida na seção head da página e seguir os padrões web corretos.

2. Diferenças significativas entre as páginas

Se a página canônica de destino difere significativamente da página duplicada, o Google pode ignorar a tag canônica. A tag é destinada a gerenciar conteúdo quase ou completamente duplicado, não para páginas com conteúdos drasticamente diferentes.

3. Sinais contraditórios

O envio de sinais contraditórios ao Google é uma das razões mais comuns para a ignorância das tags canônicas. O Google considera várias sinais, como links internos, sitemaps, redirecionamentos e conteúdo. Sinais mistos podem confundir o algoritmo, levando à seleção de uma URL canônica diferente.

4. Similaridade excessiva entre as páginas do site

Se o Google percebe que todas as páginas do seu site são muito semelhantes ou idênticas, ele pode ignorar a tag canônica e escolher uma por conta própria.

5. Uso da Tag Noindex

Se uma página tem uma tag noindex, o Google pode ignorar a tag canônica apontada para ela, já que a página com noindex não será considerada para indexação.

Melhores práticas para implementação de Tags Canônicas

O que é URL Canonica
  • Auto-Referência em Páginas Indexáveis: Use tags canônicas que apontem para si mesmas nas páginas internas, indicando que essa URL é a versão definitiva.
  • Preferência pela Versão HTTPS: As tags canônicas devem apontar para a versão HTTPS do site, se disponível.
  • Uso em Conteúdo Duplicado: Aponte tags canônicas para o conteúdo original quando houver duplicatas ou conteúdo sindicado.
  • Atenção aos Parâmetros de URL: As URLs canônicas devem transmitir os parâmetros de URL corretamente para evitar discrepâncias.
  • Implementação em Todo o Site: Utilize as tags canônicas consistentemente em todo o site para evitar problemas de conteúdo duplicado.

Auditoria de URLs Canônicas

Para manter a eficácia das suas tags canônicas, é essencial realizar auditorias periódicas. Utilize o Google Search Console para verificar erros ou advertências, confirme as tags com ferramentas SEO como Screaming Frog ou DeepCrawl, e revise manualmente as tags em diferentes seções e tipos de página do seu site.

Conclusão

A correta configuração e implementação de URLs canônicas é fundamental para a saúde SEO do seu site, especialmente em sites grandes como lojas online tipo e-commerce, que naturalmente geram muitas páginas duplicadas.

Atenção à implementação correta, às discrepâncias entre as páginas e aos sinais que você envia ao Google pode prevenir que o motor de busca ignore suas diretrizes canônicas, fortalecendo assim o posicionamento do seu domínio nos resultados de busca.

Thiago Barbosa

Especialista em Marketing Digital

Relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go up

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdo de seu interesse. Mais Informação